>

Vida…

Frederico Lacerda

Bom, o que dizer… Quero dizer escrever…

Diante do imponente, majestoso e ainda voluptuoso “Velho Chico” Rio que ainda quero vivo… rio dos “Mergulhões”, dos “Dourados” do pescador valente… rio o qual hoje uma tarde meio morna de sábado resolvi visitá-lo… (suspiro)… este mesmo sábado que por capricho do destino estavamos separados momentaneamente… mas percebo que o rio o qual admiro aqui agora sentado em uma pedra, embaixo de uma árvore… onde as folhas, secas, caem… com uma leve brisa tocando refrescante… este rio… leva-me algumas partes, leva-me uma estória como na cultura rosena… leva-me a poeira dos pés… o quais estarei depositando em seu leito em instantes… leva-me além de tudo as dúvidas e incertezas profissionais… me leva rio a pensar no futuro próximo… com os pés limpos… aproximo-te e em teu reflexo vejo na minha própria imagem um guerreiro… aproximando-se do cume de sua grande batalha… onde o triunfo o espera… “O São Francisco que te quero vivo”… como pude algum dia duvidar-me da tua lealdade… da tua sinceridade… do seu amor pelo povo aqui barranqueiro… o “Rio Pai” o “Opará” dos mares… como pude logo “Eu” um mero ser mortal… duvidar te da vossa inspiração… Senhor, sim és Rei dos Rios… que me revigora e me traz sabedoria… aponta-me em tuas águas além da insignificância de minha arrogância que os meus amores, valores e princípios são formados acima de tudo com Coragem e Verdade… como o peixe que emana de seu ventre para matar a fome “Pai”… quero que saibas que sou sim!… um homem mais justo… bom, dedicado, persistente e compreensivo… amarei mais a mim e minha família assim como já os amo… para compartilhar e me ajudar nos frutos que irei gerar… mesmo que com ardor e suor… estarei sempre com voce… assim por que te amo… e te respeito… a ti meu “Rio Pai” embreago-me em tuas águas pra que de tua causa jamais deixe de lutar… mostrarei o caminho aos que precisam assim como a mim… te cuidar… exalta-lo sim por que não?… mas podendo compreende-lo… sei que me desejas amor… assim como o amo… mas é difícil descrever a sensação do mergulho em suas águas vivas… cobrindo me como o abraço da mulher amada… a minha mulher amada… quero dedicar a voce este momento de realização e inspiração… pois voce me fornece o combustível que move o mundo… o amor…

Amo te, “Opará”
Buritizeiro/MG 25/05/07…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s